É interessante como podemos jurar fidelidade para sempre, por pessoas que um dia encontramos, nós nos relacionamos por alguns meses e talvez um ou dois anos e no outro tudo já não mais existe.  
São relacionamentos infantis, imaturos, são egoístas centrados em si mesmo, com o objetivo de satisfazer um desejo ou necessidades momentâneas.
É interessante como perceber nosso comportamento ao reagir a isso, seja por uma busca de não se machucar mais ainda, ou seja, para perdoar, tentamos nos convencer de que todo aquele relacionamento foi verdadeiro e não fingido. Continuamos sendo fieis a este tipo de relacionamentos. Justificativas Bíblicas surgem e são citadas para justificar este tipo de contexto, mas todos nós sabemos que é só para amenizar, ou adiar o que cedo ou tarde teremos que voltar para concertar.
Este tipo de relacionamento gera um rastro de sangue no caminho por onde estas pessoas passam, mas que elas mesmas não conseguem reconhecer isso e surgem com um discurso onde dizer que este sangue é de seus pés sobre os espinhos e obstáculos durante a caminhada é mais cômodo para conseguirem seguir adiante, em vez de negarem-se a si mesmo, humilhando-se e voltando para ajudar estas pessoas a retornarem a posição anterior.
 Ocultamos e não confessamos estas coisas para não expor pessoas, ou seria para não nos expor a nós mesmos?
Proteger pessoas que você sabe que continuam usando da sua fidelidade a eles, para agir dentro das mesmas praticas erradas. Ser fiel a pessoas assim é ser conivente com o uso que elas fazem com muitas outras pessoas para satisfazerem suas próprias necessidades temporárias. Até porque para algumas destas pessoas nada é permanente!
 E ai você começa a se perguntar: Quanto vale isso? Manter-se fiel a pessoas assim, mesmo depois de tantas feridas causadas, manterem-se fiel a uma pessoa, a mentiras a jogos de interesses.
Quanto vele continuar carregando um peso que te consome todos os dias tirando sua paz e alegria, para de certa forma proteger estas pessoas. Não quebrar uma promessa de fidelidade feita a uma pessoa, quando esta mesma pessoa não conseguiu honrar uma sequer com você?
 Quanta hipocrisia ou covardia!!! Não percebemos que ao assumir isso e nos envolver nisso, já estávamos traindo a confiança de todas as outras ao nosso redor que creditam em nós? Parece não fazer sentido!
E hoje vejo que não faz mesmo...
Usamos de um discurso moralista e hipócrita, dizendo que daremos tudo pela causa de Deus, que se fosse necessário perder tudo, pela causa... Estaríamos dispostos a isso. Mas quando somos chamados a ser transparente e confessar pecados que podem abalar relacionamentos seja ele entre amigos, familiar, ou até mesmo ministerial, é ai que Ele nos revela o quanto ainda estamos centrados em nós mesmos. E Não na Justiça e verdade que são à base do trono de Deus...
O Pior de tudo isso é ainda usar a palavra de Deus para dizer, que podemos agir assim, quando necessário pela causa do Reino de Deus, e que Ele nós protege por isso!

Alguns de vocês podem até dizer, que escrevi isso movido pelas feridas que ainda doem aqui...verdade!  Mas por mais que seja isso, tudo o que escrevi aqui é a pura verdade...Acredito até que eu esteja assim justamente por ter demorado tanto  para confessar que fiz parte disso tudo!!!
Desde que me envolvi em todas estas coisas, tive muita dificuldade em lidar com isso...rompi relacionamentos com pessoas, inclusive com minha família, fiquei doente, e ainda padeço de algumas enfermidades...Sei que muitas pessoas que tem presenciado meu estado tem orado por mim e pela minha restauração, sei que minha postura em fazer isso com certeza é fruto destas orações pela minha vida...Que Deus pai os honre por isso!
Não sei quantas pessoas visitaram o Blogger e vão ler isso...mas acredito que o que a aqui estará sendo postados nestes dias, meses ou sei lá quanto tempo...É justamente para você, com quem eu com Deus firmei o compromisso de servir-los e honrar-los  por amor a Ele, e acabei me perdendo no meio do caminho, me deixando levar por conhecimento, sentimentos e vontades e desejos passageiras! O desejo do meu coração não é que entendam o motivo das minhas postura ou praticas durante este tempo, talvez alguns nem queiram mas estar perto ou se relacionar comigo novamente, mas desejo e é por isso que estou postando isso aqui, que me perdoem !


Continua...em breve!!!

3 comentários:

Admiro sua coragem Maidi, e concerteza Deus irá te honrar por sua atitude. Quem disse que é fácil??? Não querida, não é...mas o que importa em tudo isso é a sua Fidelidade a Deus, e não em agradar a Homens!!! Deus seja contigo

Obrigada Vera pelo seu carinho e sua força...preciso honrar ao que Ele (Deus) diz quem eu sou!!!

Paz de Jesus,ao passar pela net encontrei o seu blog, estive a ler as primeiras postagens e posso dizer que é um blog fantástico,a fidelidade é uma honra hoje encontramos pouco disso, começar ser fiel a nós mesmos,mas muitas vezes queremos convencer-mo-nos de que somos aquilo que não somos, só podemos ser fiéis a Deus se o formos ás pessoas que nos rodeiam,
com um bom conteúdo, dou-lhe os meus parabéns.
Tenho um blog Peregrino E Servo que ficaria radiante se o visita-se,e se desejar comente,e se gostar e quiser seguir esteja à vontade, irei retribuir.
Sou António Batalha seu conservo em Cristo Jesus.